Jornal Diário do Estado

Goiás não teve aumento de óbitos por covid, afirma SES ao MPGO

Atualização foi pedido da instituição após pedido para conter avanço da doença no estado

Após o Ministério Público de Goiás (MPGO) ter recomendado ao secretário estadual de Saúde, Sérgio Alberto Cunha Vêncio, a realização de estudo técnico da atual situação epidemiológica da Covid-19 em Goiás para definir a adoção de medidas de contenção do avanço do coronavírus, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) respondeu afirmando que a situação está sob controle no Estado.

O objetivo do estudo seria nortear decisões relativas à adoção de medidas de prevenção e de contenção da disseminação do coronavírus nos municípios goianos, incluindo a avaliação da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial pela população goiana em situações de maior risco de contaminação pela Covid-19.

Segundo a promotora de Justiça Marlene Nunes Freitas Bueno, titular da 87ª Promotoria de Goiânia, autora da recomendação, a SES informou que o aumento de casos de Covid-19 ocorre em menor intensidade se comparado aos meses anteriores deste ano de 2022.

Quanto às mortes, a secretaria pontuou, em resposta enviada em 16 de dezembro, que não há alteração nos números registrados. Apesar disso, o órgão ressaltou que mantém a recomendação de adoção de várias medidas de prevenção e controle da doença, entre elas, o uso de máscaras de proteção individual. Segundo a SES, em caso de mudança do referido cenário, com aumento de demanda por leitos e alteração no perfil de mortes, a orientação aos municípios pode ser revista.

Diante das considerações técnicas enviadas pela secretaria, o Ministério público entende que o objetivo da recomendação ministerial expedida foi alcançado.