Jornal Diário do Estado

Goiás registra sete mortes causadas pela dengue, informa SES

Registros foram feitos em Uruaçu, Iporá, Anápolis e Águas Lindas de Goiás. Brasil tem 54 mortes confirmadas até o momento.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO) confirmou na manhã desta quarta-feira, 7, sete mortes provocadas pela dengue em 2024. De acordo com a pasta, os óbitos foram confirmados em Iporá, Uruaçu, Anápolis e Águas Lindas de Goiás. O número é acrescentado a soma de mortes em todo o Brasil, que já registrou 54 óbitos neste ano.

A morta mais recente foi da adolescente de 16 anos, ocorrida no último sábado, 3. A jovem de Uruaçu foi vítima de dengue e estava internada no Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN). A instituição médica revelou que a menina teve um quadro grave de dengue associado a cetoacidose diabética gravíssima.

Além dos óbitos confirmados, outros 31 também estão em análise pela SES.

Mortes no Brasil

Até o momento, 54 pessoas morreram vítimas de dengue no Brasil. A informação foi confirmada pelo Ministério da Saúde, que confirmou ainda 392.724 casos prováveis no país.

Com a inclusão dos novos dados, o Rio Grande do Sul passou a integrar a lista dos Estados em que foram notificadas mortes pela doença. Minas Gerais, Paraná e o Distrito Federal mantém o maior número de vítimas.

O Painel de Monitoramento do ministério identificou que a população feminina representa 54,9% dos casos, enquanto pessoas do sexo masculino somam 45,1%. Mais de 143,2 mil dos casos prováveis estão concentrados na população com idade que varia de 30 a 49 anos.

A estimativa é que 4,1 milhões de pessoas sejam contaminadas pela doença em 2024.