Goiás supera países como EUA em resolução de homicídios

Em Goiânia, houve recuo de 35% no número de homicídios e um salto de 252% na resolução de casos.

Goiás supera países como Estados Unidos na resolução global de homicídios. O levantamento foi realizado pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados, publicado neste mês de outubro. O material conta com apoio da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil. O índice de êxito ficou em 66,28% de 2018 a 2020.
O índice é ainda maior na Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), que segundo estudo paralelo da Polícia Civil do Estado de Goiás, teve a resolução de 90% dos casos, no período de 2020 a 2021 – superior a de países que são referência mundial, como Estados Unidos (66%), Alemanha (88%) e Canadá (75%).
Ainda conforme a pesquisa, o número de prisões decretadas no estado aumentou em 123%. Em Goiânia, houve recuo de 35% no número de homicídios e um salto de 252% na resolução de casos.
O levantamento nacional traz índices inéditos de resolutividade na elucidação de inquéritos policiais no Brasil, tanto pelas Polícias Civis dos estados quanto pela Polícia Federal. Realizado em todos os Estados e no Distrito Federal, o estudo revelou que a elucidação de inquéritos tem média nacional de 67,61%. Em casos de violência doméstica, o indicador sobe para 80%.

Reconhecimento

Ao reconhecer o empenho da polícia goiana, o Governador Ronaldo Caiado disse que Goiás possui a melhor segurança pública do país.  “Estamos mostrando para o país que, em Goiás, a tese de que ‘não vai dar em nada’ caiu por terra”, afirmou.
Para o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, o alto índice de elucidação de inquéritos policiais é um dos pilares de sustentação das quedas consecutivas nos indicadores de criminalidade apresentadas desde o início da gestão.
“Nós temos números muito bons de redução, mas nós temos que buscar sempre o zero crime e nós vamos continuar trabalhando nesse sentido. Em produtividade, superamos, cada dia mais, os nossos índices e já pulverizamos os dos governos anteriores”, frisou o secretário.
Tags: