GoiásTec disponibiliza 250 mil m² para indústrias de tecnologia

O Parque Tecnológico GoiásTec, em fase de instalação no município de Catalão, disponibiliza 250 mil metros quadrados para instalação de indústrias de tecnologia, com destaque para as que atendem o setor metalomecânico, mineração, alimentos, logística e confecções. Ao todo, o parque compreende 400 mil metros quadrados onde também serão instaladas empresas de apoio como bancos e lanchonetes, área institucional com laboratório de pesquisa, auditório e uma área de preservação ambiental que vai ocupar 90 mil metros quadrados.

O GoiásTec vai funcionar como um catalisador de empresas para a região Sudeste do Estado. Segundo o superintendente Executivo de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Desenvolvimento (SED), Mauro Fayad, os empreendedores terão acesso aos programas de incentivos fiscais, suporte técnico, cursos de qualificação profissional e laboratório de pesquisas.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Formação de mão de obra qualificada

LEIA TAMBÉM

• Havan é condenada a indenizar funcionária por assedio sexual, em Goiás• Crescem pedidos de alteração de nome de pessoas trans, em Goiás• Macacos são mortos por moradores de Senador Canedo

No local, já está em construção uma unidade do Instituto Tecnológico do Estado de Goiás (Itego) que oferecerá serviços tecnológicos e cursos de formação voltados para as vocações e demandas das empresas que se instalarão no Parque.

Para o secretário de Desenvolvimento, Luiz Maronezi, a geração de emprego e renda, bem como o desenvolvimento tecnológico são as metas da SED com a implantação do GoiásTec. “Vamos estimular o desenvolvimento socioeconômico por meio da implantação de mais empreendimentos que visem a adoção de novas técnicas, para a melhoria e ampliação do parque industrial de Goiás. A expectativa é que sejam atraídas dezenas de empresas de pequeno, médio e grande portes”, frisa Maronezi.

A expectativa, segundo o superintendente Mauro Fayad, é que o empreendimento seja fator de atração de empresas de alto valor agregado. “O GoiasTec deverá contribuir para o crescimento regional, por meio da geração de novos empregos e contribuir para o desenvolvimento tecnológico”.

Tags: