Governo cria Comitê Interministerial de Doenças Raras

Decreto foi publicado no Diário Oficial da União

O governo federal criou o Comitê Interministerial de Doenças Raras, que funcionará no âmbito do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos até 1º de janeiro de 2027. O decreto, assinado nesta quinta-feira, 3, pelo presidente Jair Bolsonaro, foi publicado hoje, 4, no Diário Oficial da União.

Segundo o texto, o órgão será destinado a estimular o desenvolvimento de políticas públicas intersetoriais para pessoas com doenças raras, incentivar o intercâmbio de experiências e práticas relevantes entre a administração pública, instituições de pesquisa e entidades representativas e incentivar a atuação em rede dos centros especializados e hospitais de referência e dos demais locais de atendimento às pessoas com doenças raras da rede pública.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Além disso, o grupo deverá apresentar uma proposta de definição para doenças raras, a ser adotada em âmbito nacional e formular estratégias para coleta, processamento, sistematização e disseminação de informações sobre doenças raras.

LEIA TAMBÉM

• Auxílio Brasil: Decreto cria verbas para pagar R$ 400 em dezembro• Goiânia vai receber tropas da Força Nacional• Aeroporto de Goiânia se torna Aeroporto Internacional e está autorizado a receber voos internacionais

Tags: