Home»Cotidiano»Governo de Goiás investe em linhas de crédito e apoio técnico para impulsionar o desenvolvimento industrial

O planejamento da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços de Goiás prevê políticas públicas para diferentes áreas da economia goiana

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado

O empreendedor interessado em investir em Goiás tem diversas oportunidades de crescimento oferecidas pela Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC). Recriada há pouco mais de um mês, a pasta oferece desde linhas de financiamento para empresas de todos os portes a apoio técnico para a prospecção, abertura, instalação e consolidação de novos negócios no Estado, fomentando o empreendedorismo. “Vamos dar apoio aos empresários e mostraremos também caminhos que podem ser seguidos, para que o sucesso seja conquistado”, resume o titular da SIC, Wilder Morais.

A SIC tem como vetores as políticas de desenvolvimento regional, atração de investimentos e geração de emprego e renda para a melhoria da qualidade de vida dos goianos. Somente o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) tem, em 2019, orçamento de R$ 3,1 bilhões para investimentos empresariais e rurais no Estado. Com o propósito de mudar o perfil da economia regional, o FCO possibilita financiamentos de longo prazo para diferentes setores econômicos.

Já o programa Produzir incentiva a implantação, expansão e revitalização das indústrias, com o financiamento de parcela mensal de ICMS devido pelas empresas beneficiadas, reduzindo o custo de produção e aumentando a competitividade dos empreendimentos. Ação que está associada à política de atração de investimentos do Governo de Goiás, que inclui a prospecção de novos negócios nacionais e internacionais para o Estado.

Para os micro e pequenos empresários também não faltam soluções. O programa social Banco do Povo de Goiás deve retomar neste mês de março a liberação de microcrédito de até R$ 15 mil. A taxa de juros é de 0,25% ao mês e 3% ao ano. O dinheiro é destinado à aquisição de máquinas, equipamentos, ferramentas, móveis, mercadorias e investimentos na fachada do empreendimento. De acordo com o secretário Wilder Morais, a meta é levar o Banco do Povo a todos os municípios goianos.

Jurisdicionada à SIC, a Agência de Fomento de Goiás S/A (GoiásFomento) também concede crédito para acelerar o desenvolvimento socioeconômico de Goiás. A GoiásFomento financia valores que chegam ao limite de R$ 400 mil, dependendo da linha de crédito, e está presente em quase todo o território goiano, coordenando operações de financiamento, formalização de processos e liberação de recursos.

Abertura de empresas

Estas atividades empreendedoras são legitimadas na Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), cujo novo presidente é Euclides Barbo Siqueira. Experiente no setor empresarial, Siqueira deixa a presidência da Associação Comercial, Industrial e de Serviço do Estado de Goiás (Acieg), cargo que ocupava desde 2016, para assumir a missão de desburocratizar o processo de abertura de empresas em Goiás.

De acordo com o titular da SIC, a secretaria está realizando um estudo socioeconômico de cada região para incentivar a industrialização em áreas vulneráveis e direcionar investimentos conforme a vocação regional. A Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) administra atualmente 34 distritos industriais em todo o Estado. A empresa ainda é a responsável por projetar e implantar, direta ou indiretamente, novas áreas industriais e prestar assessoramento técnico ao governo estadual e aos municípios.

Outras áreas

Desde o início do ano, o presidente da Goiás Turismo, agência também jurisdicionada à SIC, tem se reunido com representantes do trade turístico, braço importante da economia goiana, para apresentar o plano de trabalho e conhecer as demandas de cada região. A economia criativa e solidária, setor econômico com grande impacto social no Estado, também terá atenção especial da SIC nesta gestão.

Cabe ainda à pasta formular, executar e avaliar as políticas públicas de geologia, mineração e transformação mineral, com realização de cursos, treinamentos, capacitação e qualificação da mão de obra especializada e fomento financeiro das atividades minerais através do Funmineral e fundos de investimento em mineração no Estado de Goiás.

Para que todos servidores estejam alinhados com as prioridades da secretaria, foi apresentado, na última semana, o planejamento estratégico da pasta, com focos de atuação e estratégias para superação de entraves ao crescimento do Estado, sempre tendo como objetivo final o desenvolvimento de Goiás, com geração de emprego e renda para o povo goiano.​

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!