Governo decide manter horário de verão

O Ministério de Minas e Energia informou nesta segunda-feira (25) que vai manter o horário de verão neste ano. Ele começa dia 15 de outubro e vai até fevereiro de 2018. O fim do horário de verão estava em estudo na Casa Civil, que até criou um grupo de trabalho para avaliar a eficácia da medida. O assunto também foi discutido ontem em reunião com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu.

O horário de verão é adotado no Brasil continuadamente desde 1985 e foi criado com o objetivo de economizar energia elétrica durante o período em que está em vigor. Porém, um estudo do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) revelaram que esse objetivo não é mais atingido.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Após os estudos do Ministério de Minas e Energia serem finalizados, foi concluído que o horário de verão traz efeitos “próximos à neutralidade” com relação à economia de energia elétrica. Com a revelação, entidades de o governo começaram a analisar o assunto e até foi cogitado uma consultoria pública sobre o polêmico horário.

LEIA TAMBÉM

• Corpo do filho de Ronaldo Caiado será cremado na tarde deste domingo, 3• Balanço de contas indica “marco histórico” nas finanças públicas de Goiás• Goinfra terá de justificar instalação de radares com comprovação de estudo técnico

Segundo dados do governo, a economia com o última edição do horário (entre outubro de 2016 e fevereiro) foi de R$ 159,5 milhões.

O horário de verão atinge moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

*Com informações do jornal O Globo
Tags: