Governo gastou R$ 23 milhões para divulgar tratamento precoce

O documento enviado à CPI informa que o governo também gastou R$ 52 mil em passagen para médicos difundirem a cloroquina em Manaus

Documento enviado pelo Ministério da Saúde à CPI da Covid mostra que o governo informou à Procuradoria da República no Distrito Federal que foram gastos R$ 23,3 milhões com campanhas de divulgação do chamado tratamento precoce contra Covid.

A manifestação do ministério foi enviada à Procuradoria em razão de uma apuração preliminar do Ministério Público sobre supostos atos de improbidade administrativa cometidos pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

Em nota, o Ministério da Saúde afirmou que não veiculou propaganda sobre tratamento precoce. “Foi realizada uma campanha sobre tratamento imediato para orientar a população a procurar uma unidade de saúde ao sentir os primeiros sintomas da Covid-19”, acrescentou a pasta.

Também no documento, foi informado que o governo gastou R$ 52 mil em passagens em diárias com os médicos que viajaram a Manaus para difundir a cloroquina, remédio ineficaz contra a Covid.

Tags: