Home»Economia»Governo vai liberar 35% do FGTS para saque

Trabalhadores vão poder sacar recursos de contas ativas do FGTS

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp
(62) 9 8219-1904 Fale com o Diário do Estado


O que era rumor, ganhou forma: o Ministério da Economia pediu agilidade à Caixa Econômica para viabilizar a proposta que permitirá que trabalhadores saquem até 35% dos recursos de contas ativas e inativas do FGTS, além de parcelas do PIS/Pasep. Segundo o governo, a expectativa é liberar R$ 42 bi do fundo e R$21 bi do abono, mas só R$2 bi devem ser retirados, o que resultaria em injeção de R$44 bi na economia. Pela internet, é possível consultar o saldo do FGTS e do PIS e ter noção de quanto poderá ser sacar.
A medida foi anunciada pelo presidente Bolsonaro, na Argentina, onde participou da 54ª cúpula de chefes de Estado do Mercosul. Conforme a Agência Estadão Conteúdo, uma das possibilidades é fracionar os saques: 35% a quem tem até R$5 mil, 30% para saldo de até R$ 10 mil. Ainda se discute qual parcela terá direito quem possui de R$10 mil a R$ 50 mil. Acima de R$ 50 mil, só poderia ser sacado 10% do total. A divulgação oficial deve sair hoje.
O calendário de liberação seguiria a data do aniversário, assim como é feito nas contas inativas (contratos encerrados). Os trabalhadores que já fizeram aniversário este ano teriam direito ao benefício assim que for autorizado. Vale lembrar que em 2017, durante o governo Temer, 25,9 milhões de trabalhadores fizeram o saque de cerca de R$ 44 bi de contas inativas do FGTS.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!