Grupo criminoso é preso por quatro homicídios, em Goiânia e Trindade

Os homicídios haviam acontecido entre outubro de 2020 e março de 2021

A Polícia Civil apreendeu nesta terça-feira (27), oitos pessoas suspeitas de participarem de quatro homicídios diferentes, entre os meses de outubro de 2020 e março de 2021. Três das vítimas foram encontradas com o corpo carbonizado nas cidades de Goiânia e Trindade.

De acordo com a investigação, o grupo criminoso era denominado Tropa do Baiano e eram vinculados à facção criminosa Comando Vermelho. O grupo era liderado de dentro do presídio de Goianira pelo preso José Roberto Marcelino de Oliveira, apelidado de Baiano, que tinha sua esposa, Eliene de Lima Noto, e João Bezerra de Oliveira, conhecido como Baixinho, como braço direito. Também fazia parte do grupo Francisco Lucas Pereira Brandão, Edson Gomes da Silva e Brenda de Lima Pimenta. A atividade principal do grupo era o tráfico de drogas nos bairros Orlando de Moraes e Residencial Antônio Carlos Pires, localizados na capital.

Foi apurado que o grupo criminoso agia de forma extremamente cruel e covarde – as vítimas eram atraídas para a residência dos criminosos e eram agredidas brutalmente com golpes de facas e marretas até a morte. Após as agressões, os suspeitos desovavam as vítimas em local de ermo e ateavam fogo. Todos os homicídios estão relacionados as atividades criminosas do grupo.

Além disso, o grupo aterrorizava moradores do bairro que contrariassem as ordens dos integrantes. Foram apreendidas duas armas de fogo, dinheiro e drogas, entre elas maconha, crack e cocaína.

 

 

 

Tags: