Grupo de empresários denuncia extorsão de Paco Britto vice-governador do Distrito Federal

Foi cobrado um valor de R$2 milhões para que os serviços fossem contratados

Um grupo de empresários, que prefere não se identificar, foi procurado pelos advogados Max Robert Melo e Thaynara Claudia Benedito em janeiro de 2019, segundo eles, a pedido do vice-governador do Distrito Federal Marcus Vinicius Britto de Albuquerque Dias (Avante), mais conhecido como Paco Britto, para uma suposta “troca de favores”.

Advogados Max Robert Melo e Thaynara Claudia Benedito

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

De acordo com a denúncia, para que a empresa de prestação de serviços fosse contratada, seria necessário pagar R$2 milhões antecipado para que o contrato fosse assinado. Antes que isso acontecesse, foram realizadas diversas reuniões entre os empresários e o vice-governador, intermediadas pelo casal. O acordo foi fechado após o depósito bancário. Documentos encaminhados ao DE confirmam transação financeira.