Guarda metropolitano mata esposa em Goiânia

Ele teria atirado após a esposa baleá-lo duas vezes

Na noite desta última sexta-feira, 01, um guarda civil metropolitano matou a esposa com um tiro nas costas depois de ser baleado por ela, no Conjunto Aruanã III, em Goiânia. Para a Polícia Militar (PM), o guarda, identificado pelo primeiro nome, Anderson, afirmou que durante a discussão, em casa, a esposa utilizou a arma particular dele, um revólver calibre 38, e atirou duas vezes, atingindo-o em um dos ombros e um dos braços.

Mesmo ferido, ele contou que conseguiu pegar a arma da esposa e que efetuou o disparo contra ela quando a vítima tentava fugir abraçada com um dos filhos do casal, de seis anos. Atingida nas costas, a mulher identificada como Caroline Conceição do Nascimento, faleceu na hora. A criança não foi atingida, e ficou sob os cuidados de um vizinho até o final da noite de sexta.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O GCM foi socorrido pelos Bombeiros e conduzido para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde segue internado, sem risco de morte. Conforme colegas de profissão, Anderson estava afastado do serviço havia três meses e há anos fazia tratamento psiquiátrico.

LEIA TAMBÉM

• Guarda Civil Metropolitana de Goiânia recebe novo armamento

Tags: