Homem é preso por abusar de criança e manter mulher em cárcere privado

Em São Miguel do Araguaia, suspeito foi capturado pela Polícia Civil e está aguardando audiência de custódia

Na região de São Miguel do Araguaia, no Norte do estado de Goiás, a Polícia Civil (PC) prendeu um homem de 40 anos por cárcere privado, lesão corporal e violência doméstica. De acordo com informações da corporação, o suspeito teria mantido a companheira em uma pequena propriedade rural a 10 km da parte urbana da cidade. Além disso, a mulher afirmou que o homem abusou sexualmente de sua neta de 11 anos na sua frente, enquanto ameaçava ambas de morte.

Cárcere, lesão e abuso

Na madrugada de sábado, 25, para domingo, 26, um homem mantinha sua companheira sob cárcere privado na residência da vítima. Ele havia quebrado o celular dela alguns dias antes, impedindo que se comunicasse com a Polícia. Além disso, pela casa ser afastada da cidade, escapar era ainda mais difícil.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo a mulher, o seu companheiro praticou o abuso sexual contra a criança na frente dela, ameaçando cortar o pescoço das duas caso contassem para alguém. No quarto ao lado, estava a irmã da garota, uma outra criança de sete anos e neta da vítima. O homem também direcionou as ameaças a ela.

LEIA TAMBÉM

• Em Goiânia, literatura ganha impulso com redes sociais e adaptações de TV e cinema• Pai de ex-BBB morre em acidente de trânsito neste sábado, 13, em Goiás• Goiás chega a marca de 60 casos confirmados de varíola dos macacos

A Polícia Civil tomou conhecimento dos crimes e capturou o suspeito na última segunda, 27. Ele está preso na unidade prisional de São Miguel do Araguaia, com acusações de cárcere privado qualificado, violência psicológica e lesão corporal por violência doméstica contra a mulher. As autoridades investigam crimes de estupro de vulnerável.

No momento, o homem está aguardando a sua audiência de custódia. No entanto, os policiais entrarão com pedido de prisão preventiva a fim de proteger a avó e suas netas.

Tags: