Homem é preso suspeito de desmatar grande área na Amazônia

Read Time:1 Minute, 8 Second

Na última quinta-feira (29), a Polícia Civil prendeu José Brasil de Oliveira, no Setor Oeste, na capital de Goiás ele é suspeito de desmatar uma área equivalente a seis mil estádios do Maracanã na Amazônia. Outros dois homens, também de Goiás ainda estão sendo procurados, segundo a polícia.

A propriedade, que foi alvo do crime ambiental, fica em São Félix do Xingu, sul do Pará. A polícia divulgou uma imagem feita por satélite em 7 de maio. A imagem mostrava a área toda verde. Três meses depois, após investigações, o lugar se transformou em uma mancha marrom.

A polícia descobriu que toda a vegetação da área estava sendo derrubada com o uso de máquinas pesadas e depois incendiada em uma extensão muito maior do que a permitida por lei. As investigações apontam ainda que o objetivo era transformar tudo em pasto.

Na delegacia, José negou ser o mandante do desmatamento. O mesmo afirma que a área que ele está foi desmatada antes de 2014. Segundo a Polícia Civil do Pará com apoio da corporação de Goiás. Calcula-se que a área desmatada é de 5,5 mil hectares. Depois de cerca de menos um mês de levantamentos na região, a investigação descobriu que os mandantes do crime seriam de Goiás.

0 0

About Post Author

Redação

Departamento de jornalismo: - Contatos: 62 3010-4014 / 62 9 8219-1904 - e-mail: jornalismo@diariodoestadogo.com.br
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Close