Homem é preso suspeito de nove estupros em Goiânia

O Ministério Público de Goiás (MPGO) recebeu a denúncia contra Jacó Silva do Nascimento pela prática de nove estupros e roubos cometidos nos municípios de Trindade, Goianira, Goiânia e Aparecida de Goiânia, entre agosto e dezembro de 2016. Conforme apontado na denúncia, o réu tinha um modo de agir comum: em uma moto, ele saía à rua à procura das vítimas e, portando uma arma de brinquedo, abordava as mulheres, as quais escolhia por estarem sozinhas e em locais com pouca movimentação de pessoas. O suspeito foi preso no dia 15 de dezembro e permanece na unidade prisional do município de Trindade.

Dos nove casos apresentados na denúncia, duas vítimas eram adolescentes, uma de 11, abordada quando estava indo à igreja, e outra de 14 anos, que voltava para casa após a escola.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Desse modo, ele foi denunciado por estupro, por sete vezes, por estupro praticado contra menor de 18 anos e maior de 14 anos, por estupro de vulnerável e por roubo simples. Se somada, a pena pode chegar a 47 anos de prisão.

LEIA TAMBÉM

• Pedestre morre em acidente na BR-153, em Goiânia• Covid-19: Quer se vacinar? Veja onde ir nesta quarta-feira, 29, em Goiânia• Programa Abrace uma Ciclovia, do vereador Romário Policarpo, vira lei em Goiânia

O CRIME
Ao se aproximar das vítimas, simulava que se tratava de um roubo, exigindo que entregassem o celular. Contudo, além de pegar o celular, ele obrigava a vítima a colocar um capacete (para não levantar suspeita), ordenava que ela montasse na garupa da motocicleta e a levava para um lugar ermo. A violência sexual sempre acontecia mediante ameaças de morte às mulheres. O suspeito também roubava o telefone das vítimas e, depois, vendia os aparelhos. Todas as vítimas apontadas na denúncia reconheceram o suspeito, já que, após a abordagem inicial, ele sempre tirava o capacete, sendo possível a identificação do acusado.

Tags: