Homem que matou ex-sogro em Goiânia depõe por mais de duas horas

Felipe Gabriel foI ouvido pelos delegados da Homicídios e da Mulher e também passa a responder por violência contra a ex-namorada

Por mais de duas horas, na tarde desta quinta-feira, 30, Felipe Gabriel Jardim prestou depoimento ao delegado Rhaniel Almeida, na Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), em Goiânia. Não foram divulgados detalhes sobre a oitiva, mas o jovem de 26 anos, que aparece em um vídeo atirando e matando o ex-sogro, teria respondido a todas as perguntas formuladas.

A princípio, durante as duas horas, não surgiram novidades sobre o homicídio no depoimento de Felipe Gabriel. De concreto, há apenas o fato de que ele também passa a responder por violência praticada contra a ex-namorada, Kênnia Yanka, filha da vítima, o policial civil aposentado João Rosário Leão.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Com isso, foi cumprido novo mandado de prisão contra o jovem, pela titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Aparecida de Goiânia, Cybelle Tristão, que esteve na DIH e também ouviu Felipe Gabriel na tarde desta quinta-feira.

LEIA TAMBÉM

• Em Goiânia, literatura ganha impulso com redes sociais e adaptações de TV e cinema• Ciclovia entre campus da UFG deve reforçar mobilidade com integração de modais• Dia dos Pais: movimento em bares e restaurantes deve aumentar 30%

Relembre o caso

Felipe Gabriel foi filmado por câmeras de segurança entrando armado dentro da farmácia do ex-sogro, no Setor Bueno, Goiânia, e atirando contra ele. Depois do homicídio ele fugiu e ficou foragido por mais de dois dias até ser encontrado, também na Capital, e ser levado preso à delegacia, na noite da última quarta-feira, 29.

Tags: