Jornal Diário do Estado

Mãe da menina encontrada morta é autuada por homicídio doloso

Ela foi presa em flagrante, porém não conseguiu prestar depoimento à polícia, pois apresenta sinais de surto psicótico .

A mãe, de 32 anos, que ateou fogo em apartamento onde morava com a filha, de 5 anos, foi autuada por homicídio doloso, intencional, e receberá atendimento psicológico. A criança, que estava em um dos cômodos do apartamento, foi encontrada morta. Ela foi presa em flagrante, porém não conseguiu prestar depoimento à polícia, pois apresenta sinais de surto psicótico .

Relembre o caso

Uma menina de 5 anos de idade foi encontrada morta durante um incêndio propagado pela própria mãe, em um apartamento localizado no Residencial Itamaraty, em Taguatinga, no Distrito Federal. O caso ocorreu na madrugada desta segunda-feira, 6, e o imóvel ficou praticamente todo destruído.

Um dos bombeiros que atendeu a ocorrência e resgatou a criança sem vida relatou à Polícia Civil do Distrito Federal (PC-DF) que o quarto onde o corpo da menina estava, tinha a porta fechada, não havia sido atingido pelas chamas e o corpo dela estava extremamente gelado.

Testemunhas relataram que a mãe da criança confessou ter ateado fogo na própria casa e que não tinha intenção de matar a filha. Ao passar pelo cadáver, ela chegou a pedir desculpas à menina. 

A corporação está no aguardo do laudo cadavérico para confirmar as causas da morte da menina, que não tinha sinais de queimaduras pelo corpo e apresentava sinais de rigidez cadavérica.

Chamas

As chamas começaram em uma das torres do condomínio, por volta da 1h da manhã desta segunda-feira, 6. A mãe da criança passou de uma sacada para outra, na tentativa de fugir do incêndio.

Confira o vídeo de como ficou o apartamento: