Indígena é abandonado às margens da BR-153

Um indígena da tribo Xavante, de 28 anos, foi abandonado próximo ao km 619 da BR-153, no trevo de acesso a Morrinhos, na manhã desta terça-feira (07). Segundo ele, o motorista do ônibus no qual ele viajava, com destino à Goiânia, parou o veículo no meio da rodovia, pediu a passagem, afirmou que ela era falsa e o obrigou a se retirar.

Ele caminhou cerca de nove quilômetros até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para pedir ajuda. Quando chegou ao posto ele relatou o ocorrido aos policiais e apresentou os documentos pessoais. Entre eles, estava a carteira de passe livre, emitida pelo Ministério dos Transportes.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O homem alega que trabalha em uma associação no estado de Mato Grosso, que defende direitos ambientais, e já viajou outras vezes utilizando o documento, que lhe dá direito à gratuidade nas passagens entre os estados brasileiros. Inclusive na sua ida à capital mineira, onde participou de um encontro com indígenas Pataxós, utilizou o seu passe livre. Ele embarcou em Belo Horizonte com destino a Goiânia, de onde, então, seguiria para Barra do Garças (MT), onde mora.

LEIA TAMBÉM

• PRF vira alvo de ação civil pública do MPF em Goiás• Homem é preso por maus-tratos a bezerros e tráfico de drogas, na BR-020• Em surto psicótico, passageiro de ônibus é resgatado pela PRF na BR-060

O homem conseguiu registrar o número do veículo, mas no horário que os policiais tomaram conhecimento do fato, já não era possível abordar o ônibus em outra unidade da PRF, pois já teria chegado em seu destino final. Ele foi levado à delegacia civil de Morrinhos onde prestou depoimento e registrou o ocorrido antes de seguir viagem.

Tags: