Inscrições para sorteio de moradias em Goiânia terminam hoje (10)

As famílias de baixa renda que precisam de uma casa, em Goiânia, têm até esta sexta-feira (10) para se inscrever em sorteio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), feito pelo site do órgão. Quase 80 mil famílias já se inscreveram, no entanto, cerca de 10 mil estão com cadastro incompleto e precisam finalizar registro para concorrer às moradias.

A lista com as pessoas habilitadas deve ser divulgada a partir do próximo dia 15. As casas, que devem ser sorteadas no próximo dia 24 de março, ficam no Residencial Nelson Mandela e no Jardim Cerrado 10, ambos na região oeste da capital. Segundo a Agehab, estarão disponíveis 1.131 casas no primeiro conjunto habitacional e 324 no segundo.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Para se inscrever, os candidatos devem informar os dados presentes nos documentos pessoais listados no site da Agehab. Aqueles que não tiverem acesso a um computador para se registrar podem procurar unidades do Vapt-Vupt levando todos os dados solicitados no edital. Para os candidatos que tiverem dúvidas, o órgão disponibiliza o telefone (62) 3096-5050.

LEIA TAMBÉM

• Inscrições para processo seletivo do ProBem são prorrogadas• Inscrições para o processo seletivo de 2022 do Sisu terminam nesta sexta, 1°• Termina nesta sexta, 1°, inscrições para segunda etapa do Sisu

Além de 1.411 selecionados, serão acrescentados 30% de cadastro de reserva, para ser utilizado caso as famílias sorteadas tenham algum documento reprovado pela Agehab ou Caixa Econômica Federal.

QUEM PODE CONCORRER
Podem concorrer às moradias pessoas que tiverem renda bruta familiar mensal de até R$ 1,8 mil. Os candidatos precisam ser brasileiros ou estrangeiros com visto de permanência no país, mas não podem ter ou estar comprando qualquer imóvel e não podem ser beneficiários de programas habitacionais com recursos da união, estado ou município ou ter financiamento no Sistema Financeiro de Habitação.

Para se candidata é preciso ainda ser maior de 18 anos ou emancipado e ter vínculo com Goiânia por ao menos 3 anos. No entanto, não pode estar cadastrado no Sistema de Administração de Carteiras Imobiliárias (Siaci) ou no Cadastro Nacional de Mutuários (Cadmut), com exceção de processos para compra de material de construção.

De acordo com a Agehab, idosos e deficientes terão prioridade no processo seletivo. Além deles, fazem parte do grupo prioritário pessoas que vivem em Goiânia há mais de 5 anos, moradores de áreas de risco, insalubres ou que estejam desabrigadas, mulheres chefes de família, famílias com filhos menores de idade ou com dívidas de aluguel excessivas.

Tags: