Itumbiara: Homem é condenado por se passar por adolescente para estuprar menor

O crime aconteceu em 2019. O homem se passou por um adolescente de 14 anos para atrair a vítima e a estuprar durante 6 dias

Um caminhoneiro de 41 foi condenado pela justiça a 14 anos de prisão em regime fechado por estuprar  e manter uma menina de 12 anos em cárcere privado na cidade de Itumbiara, a cerca de 210km da capital. O condenado utilizava um perfil falso nas redes sociais para atrair vítimas.

De acordo com a denúncia, o réu se passou por um adolescente de 14 anos no Facebook para conquistar a confiança da vítima. Quando se encontraram pessoalmente, ele afirmou que era cunhado do adolescente e pediu para que ela entrasse no veículo para levá-la até o rapaz.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Após isso, ele manteve a adolescente em cárcere privado e praticou relações sexuais com ela durante seis dias. A situação apenas acabou pois a família da vítima conseguiu a encontrar depois de procurar por toda a cidade. Os familiares conseguiram desbloquear o celular da adolescente e tiveram acesso ás mensagens trocadas entre ela e o desconhecido. A família foi até a casa do motorista, que foi preso em flagrante pela Polícia Militar e a menina foi liberada do cativeiro.

Thaís Lopes Lanza Monteiro, juíza responsável pelo caso, condenou o réu a 12 anos, 5 meses e 2 dias de reclusão por estupro de vulnerável, e a mais dois anos por cárcere privado. Além disso, a companheira dele também foi condenada a dois anos por restringir a liberdade da menor.

Tags: