Jean Wyllys será indenizado por danos morais

A ação foi motivado após o deputado e pastor Marco Feliciano postar em seu perfil do Twitter associações de Jean a Adélio Bispo.

A juíza Fernanda Rosado de Souza, do 5º Juizado Especial Cível do TJ do Rio, estabeleceu indenização de R$ 41,8 mil por danos morais em resposta a ação movida contra o deputado federal e pastor Marco Feliciano (REP-SP) pelo parlamentar Jean Wyllys. Caso não apresente seu pedido de desculpas, Feliciano será alvo de multa de R$ 20 mil. Decisão ainda cabe recurso.

Segundo o jornal O Globo, a ação foi motivada após Feliciano postar em seu perfil no Twitter, em abril de 2020, mensagem associando Wyllys a Adélio Bispo, que tentou matar Jair Bolsonaro durante a campanha presidencial, em 2018.

A presidenta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), também foi condenada a indenizar Wyllys pela mesma fake news. O valor, inclusive, é o mesmo, de R$ 41,8 mil. Outros que foram condenados a pagar a mesma quantia em razão da notícia falsa foram o deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) e o empresário Otavio Fakhoury.

Tags: