Jornal Diário do Estado

João de Deus é condenado a mais 99 anos de prisão

Com essa condenação, o ex-medium está condenado ao total de 370 anos, 9 meses e 15 dias de reclusão em regime fechado

Nesta segunda-feira, 10, João Teixeira Faria, conhecido como “João de Deus”, foi condenado a 99 anos, 8 meses e 15 dias de reclusão, inicialmente em regime fechado, em mais três processos sentenciados pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO).

De acordo com o Tribunal, as referidas condenações se referem a crimes de estupro de vulnerável e de violação sexual mediante fraude praticados contra oito vítimas, entre 2010 e 2018. Além da condenação de reclusão em regime fechado, João de Deus foi condenado a pagar indenização por danos morais às vítimas cujo valor pode chegar a R$ 100 mil.

Mesmo com a condenação em regime fechado, João de Deus permanece cumprindo a pena em prisão domiciliar em razão de uma decisão em segunda instância. Apesar da pena estabelecida, em um dos processos que João de Deus responde na Justiça, foi determinada a extinção da punibilidade em relação a crimes praticados contra duas pessoas nos anos de 2009 e 2011.

Com essa condenação, o ex-medium está condenado ao total de 370 anos, 9 meses e 15 dias de reclusão em regime fechado. Segundo informou o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), João de Deus ainda responde em quatro processos que serão sentenciados pelo juízo em Abadiânia, Região Central do Estado de Goiás.