Home»Esportes»Jogos Olímpicos de Inverno começam hoje

Neve, frio, rivalidade e Time Brasil em busca de resultados históricos

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

Com temperaturas na casa dos -30°C, os Jogos Olímpicos de Inverno em Pyeongchang – localizada na província de Gangwon, Coréia do Sul – prometem ser o mais frio de todos os tempos, batendo os jogos de Lillehammer, na Noruega, em 1994. Apesar de algumas modalidades terem começado a competir na quarta e quinta-feira, a cerimônia de abertura acontece hoje às 9h de Brasília, no Estádio Olímpico de Pyeongchang.

Mais de 2.900 atletas competirão em 14 modalidades diferentes, sendo sete delas de gelo: bobsled, skeleton, luge, curling, hóquei, patinação de velocidade e patinação artística; e outras sete de neve: combinado nórdico, salto com esqui, snowboard, biatlo, esqui estilo livre, esqui alpino e esqui cross-country. O Brasil compete em cinco dessas modalidades.

  • Snowboard: Isabel Clark
  • Patinação artística: Isadora Williams
  • Esqui alpino: Michel Macedo
  • Esqui Cross-country: Jaqueline Mourão e Victor Santos
  • Bobsled: Edson Bindilatti, Odirlei Pessoni, Rafael Souza, Edson Martins e Erick Vianna (reserva)
Foto: Divulgação/CBDG

É o Bobsled a maior esperança de bons resultados do Brasil na competição. Isso seria alcançar o Top 15 do ranking mundial. Hoje, o time brasileiro está entre os 20 melhores do mundo. Em 2014, a equipe feminina de Bobsled sofreu um grave acidente durante os jogos quando o carrinho onde estavam virou e completou os últimos 20 segundos do percurso de cabeça para baixo. Ninguém se feriu gravemente.

Foto: Ahn Young-Joon

Questões Políticas

 Os Jogos de Pyeongchang estão sendo usados como um recurso diplomático de reaproximação entre as duas Coréias, no Sul e do Norte. Por décadas vivendo em conflito, os países resolveram, através de seus comitês olímpicos, entrarem na cerimônia de abertura sob uma mesma bandeira e participarem dos jogos como um só comitê.

Foto: Matt Slocum

Grandes Rivalidades

 Estados Unidos e Canadá é sempre uma boa rivalidade quando o assunto é hóquei. Em 2014, a seleção feminina dos Estados Unidos perdeu de virada na prorrogação para o Canadá, que só empatou a partida faltando 56 segundos para fim. As americanas deram o troco nos anos seguintes, vencendo três Copas do Mundo sobre as rivais, mas a sensação é diferente. Enquanto o Canadá é tetra campeão Olímpico, a seleção dos Estados Unidos não vence desde 1998, sendo que de lá pra cá, esteve na final mais três vezes, e nas três, foi derrotada pela Canadá.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!