Home»Cotidiano»Jovem de 22 anos é morta a tiros pelo ex-namorado em Trindade

A suspeita é de que o ex-namorado seria responsável pelo crime

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

A auxiliar administrativo Yone Glória da Cunha Novais, de 22 anos, foi morta com tiros no tórax e no braço no início da tarde de ontem, perto da empresa em que trabalhava na Avenida Manuel Monteiro, no Centro de Trindade, a 18 quilômetros de Goiânia.

Ela foi morta logo depois de conversar com o ex-namorado dela, Marcos Alexandre Morais de Assis, de 31, que foi morto logo depois na Vila Socorro, zona rural de Abadia de Goiás. Segundo a polícia, um colega dele, cujo nome não foi divulgado, foi interrogado após ser preso.

Yone Glória e Marcos Alexandre namoravam por três meses e segundo familiares da jovem, o relacionamento era muito conturbado, motivo pelo qual ela terminou o namoro no domingo, 11, bloqueando o rapaz nas redes sociais e deixando de atender aos telefonemas dele.

Vídeo

Um vídeo do WhatsApp em que Marcos Alexandre reclama do fato de ter sido bloqueado nas redes sociais viralizou ontem após o crime. Nele, ele fala que quem o bloqueou – não cita o nome da ex-namorada – vai lembrar-se dele.

Parentes de Yone Glória não têm dúvida de que a jovem foi morta por Marcos Alexandre e segundo o delegado Vicente Gravina, que investiga a morte da auxiliar administrativo, o ex-namorado chegou, conversou rapidamente com ela, atirou e fugiu em direção a zona rural de Abadia de Goiás, onde também foi morto a tiros. A polícia ainda não sabe quem matou Marcos Alexandre.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!