Jovem que matou ex-sogro deve ser indiciado por outro crime ainda nesta sexta, 1°

Felipe Gabriel tem dois processos na Justiça, por ameaça e agressão doméstica contra ex-companheiras

Inquérito que investiga o crime de violência doméstica apontando Felipe Gabriel Jardim Gonçalves, 26 anos, como autor, deve ser concluído ainda nesta sexta-feira, 1º. O jovem já está preso, mas por outro crime, o assassinato  a tiros o ex-sogro, João Rosário Leão, 61 anos.

Felipe Gabriel tem dois processos no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ) por ameaça e agressão doméstica contra ex-companheiras. Os crimes ocorreram entre 2020 e 2021.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

De acordo com a Polícia Civil (PC), a delegada Cybelle Tristão, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Aparecida de Goiânia,  deve concluir um dos processos de violência doméstica ainda nesta sexta-feira, 1º, no entanto, ao Diário do Estado, a delegada informou que as investigações podem se estender até o início da próxima semana. Em seguida, o documento será encaminhado ao Poder Judiciário.

LEIA TAMBÉM

• Em Goiânia, literatura ganha impulso com redes sociais e adaptações de TV e cinema• Ciclovia entre campus da UFG deve reforçar mobilidade com integração de modais• Dia dos Pais: movimento em bares e restaurantes deve aumentar 30%

A delegada é também responsável pelas investigações dos crimes de ameaça e violência psicológica praticados contra a filha do policial civil João Leão, ex-namorada do autor, Kênnia Yanka, de 26 anos. Fato este que tem conexão com o homicídio contra o pai dela, o policial civil aposentado.

Devido às circunstâncias do crime, a delegada deve passar mais detalhes apenas após a conclusão das investigações. Até o momento Felipe, Kênnia e a irmã dela foram ouvidas.

Quem é o jovem que matou o ex-sogro ?

Felipe Gabriel Jardim é ex-policial militar temporário, atirador esportivo e ex-gerente de sinalização da Secretaria Municipal de Trânsito de Goiânia (SMM). Além disso, ele é filho de um coronel aposentado da PM e ex-prefeito de Joviânia, Romeu José Gonçalves, que também já foi condenado por ofender uma vereadora.

Tags: