Justiça aceita denúncia do Ministério Público no caso Padre Robson

Padre vira réu

O que antes era investigação, agora se tornou processo. Isto porque a juíza Placidina Pires decidiu por receber a denúncia contra 18 pessoas, feita pelo Ministério Público, no contexto da Operação Vendilhões, que investiga desvios de recursos da Afipe, Associação Filhos do Pai Eterno, em Trindade.

A juíza é da Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa ou Lavagem de Dinheiro. A denúncia alega que há indícios de organização criminosa forte e bem estruturada, atuando em Goiânia, Trindade e outros municípios goianos.

O Padre Robson está no centro de toda a denúncia, como possível articulador, já que criou a Afipe em 2004. Organizações criadas à parte, mas que usaram o nome fantasia da Afipe, seriam utilizadas como modo de ocultar dos demais associados da entidade parte do patrimônio acumulado.

A defesa de Padre Robson sempre negou todas as acusações, e ele se já declarou estar tranquilo e disposto a esclarecimentos. Após o destrancamento do caso, a defesa afirmou que o Ministério Público, nesta nova fase, não traz “nada de novo”.

Tags: