Jornal Diário do Estado

Justiça concede medida protetiva em favor da cantora Naiara Azevedo

A medida protetiva foi aplicada pela Justiça com base na Lei Maria da Penha

A Justiça de Goiás concedeu, nesta quinta-feira, 30, a medida protetiva solicitada pela cantora Naiara Azevedo, após ela ter denunciado o ex-marido por violência doméstica. A medida protetiva foi aplicada pela Justiça com base na Lei Maria da Penha.

Entenda o caso

Ainda na madrugada desta quinta-feira, 30, a cantora Naiara Azevedo registrou um boletim de ocorrência contra seu ex-marido por violência doméstica. Ela deu entrada na Central de Flagrantes e foi encaminhada, dentro da própria Central, para a Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), em Goiânia.

Segundo a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), a Deam está tomando providências e medidas de investigação, a partir da denúncia da cantora, conforme o previsto na Lei Maria da Penha. Naiara foi casada com o acusado por dez anos e se separou dele no último mês de julho. 

A cantora denunciou o ex-marido por agressão física e ameaça. Ela relata que, no último mês de julho, seu ex-marido teria dito que acabaria com a carreira dela e com sua vida. 

A assessoria da cantora afirma que o caso corre em segredo de justiça e que ela não tem namorado, respondendo ao suposto envolvimento de Naiara com outra pessoa ter sido pivô da agressão sofrida.