Home»Justiça»Justiça de Goiás acata pedido de prisão preventiva de João de Deus

Equipes policiais tentam, desde o início da manhã, localizar o médium para o cumprimento do mandado, mas seu paradeiro ainda é desconhecido

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

A Justiça de Goiás acatou o pedido de prisão contra o médium João de Deus. A petição realizada pelo Ministério Público de Goiás foi protocolada na última quarta-feira por dois dos promotores que integram a força-tarefa do MP-GO.

Segundo informações coletadas até o momento, equipes policiais tentam, desde o início da manhã, localizar o médium para o cumprimento do mandado, mas seu paradeiro ainda é desconhecido.

Desde a última sexta-feira (7), quando o médium foi denunciado em um programa de televisão, centenas de mulheres afirmam que foram abusadas sexualmente por João de Deus dentro da Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, onde ele realiza atendimentos há mais de 40 anos.

Até a tarde desta quinta-feira (13), 330 mulheres já haviam denunciado o médium por meio do canal, um e-mail criado pelo MP – GO exclusivamente para essa finalidade.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!