Justiça mantém prisão de jovem que matou ex-sogro

Audiência de custódia realizada nesta sexta-feira, 1º. Felipe Gabriel Jardim foi filmado atirando no idoso em uma farmácia

Felipe Gabriel Jardim Gonçalves continua preso após audiência de custódia realizada nesta sexta-feira, 1º. O jovem de 26 anos é investigado pela morte do ex-sogro, em Goiânia. O advogado dele, Júlio de Britto, alega que Felipe “precisa de tratamento psiquiátrico”.

Felipe Gabriel foi filmado por câmeras de segurança entrando armado dentro da farmácia do ex-sogro, no Setor Bueno, e atirando contra ele. Depois do homicídio ele fugiu e ficou foragido por mais de dois dias até ser encontrado, também na Capital, e ser levado preso à delegacia, na noite da última quarta-feira, 29.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Segundo a Polícia Civil (PC), um soldado da Polícia Militar foi quem acessou a ocorrência registrada pelo policial civil aposentado, João Rosário Leão, de 63 anos, contra o genro por agressão e a enviou ao suspeito. O que teria motivado o crime, já que o jovem tinha o sonho de ser PM, e isso atrapalharia em um futuro processo seletivo para a função.

LEIA TAMBÉM

• Ciclovia entre campus da UFG deve reforçar mobilidade com integração de modais• Dia dos Pais: movimento em bares e restaurantes deve aumentar 30%• Goiânia recebe feira de discos de vinil, com muita música e várias atrações

De acordo a defesa do acusado, “Felipe precisa se tratar, ele cometeu um ato em meio à fúria, ocasionado por um relacionamento desgastante. Ele precisa de tratamento psiquiátrico, não tem pleno discernimento do mundo real”, disse.

Quem é Felipe Gabriel?

Felipe Gabriel Jardim é ex-policial militar temporário, atirador esportivo e ex-gerente de sinalização da Secretaria Municipal de Trânsito de Goiânia (SMM). Além disso, ele é filho de um coronel aposentado da PM e ex-prefeito de Joviânia, Romeu José Gonçalves, que também já foi condenado por ofender uma vereadora.

Tags: