Luísa Sonza é acusada de racismo

Cantora nega a acusação

A cantora, Luísa Sonza, está sendo processada, ter cometido um ato de racismo contra uma advogada, em 2017, durante um festival gastronômico, em Fernando de Noronha.

O processo foi aberto em 2019 e no documento, a advogada Isabel Macedo, alega que foi confundida com uma funcionaria do local, apenas por ser negra. Segundo a autora, Luiza teria dado um “tapinha” em seu braço e ordenando em um tom ríspido, que a mesma fosse buscar água para ela. No documento, a advoga exige uma indenização por danos morais tanto da pousada, onde aconteceu o show, quanto de Luiza.

Em seu twitter, a cantora nega as acusações. “Gente, tudo isso é MENTIRA! Não acreditem nisso! Eu jamais teria esse tipo de atitude. Vocês me conhecem bem, sabem qual é meu caráter, minha índole. Eu jamais ofenderia outra pessoa por conta da cor de sua pele. Jamais! Essa acusão é absurda.” tuitou Luiza.

A assessoria jurídica da cantora, enviou ao portal r7, uma nota afirmando que a autora do processo estaria sendo oportunista e que todas as medidas judicias já teriam sido tomadas.

 

Tags: