Lula tem 48% dos votos e venceria no primeiro turno, aponta pesquisa Genial Quaest

A pesquisa foi revelada nesta quarta-feira (10) pela CNN Brasil. Bolsonaro aparece em segundo lugar com 21% de intenção de votos

Uma nova pesquisa feita pela Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (10), aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva possui 48% das intenções de voto para a Presidência da República em 2022 contra 21% de Jair Bolsonaro. A pesquisa foi revelada pela CNN Brasil.

Se a eleição fosse hoje, Lula quase certamente venceria a eleição em primeiro turno, tendo 56% dos votos válidos.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Ainda conforme o levantamento, o ex-ministro Sérgio Moro aparece em seguida com 8%; Ciro Gomes (PDT), com 6%; o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 2%; e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), 1% e Eduardo Leite (1%). Felipe d’Avila não pontuou. Os votos brancos, nulos e indecisos também somaram 14% do eleitorado.

LEIA TAMBÉM

• Principais candidatos à presidência da República abrem campanhas• Goiás tem 764 candidatos na disputa para deputado estadual• Jânio Darrot declara apoio a Marconi Perillo para o Senado

Lula lidera as intenções de voto contra Bolsonaro em todas as regiões do país com uma distância de 47% no Nordeste e 8% no Centro-Oeste, região onde registra a menor diferença.

No levantamento espontâneo, 49% dos entrevistados afirmam estarem indecisos. O ex-presidente Lula registra 29% das intenções de voto, 7 pontos percentuais a mais do que o apontado no levantamento anterior, realizado em outubro. Jair Bolsonaro caiu um ponto e aparece com 16%.

Em um eventual segundo turno, Lula também venceria todos os demais postulantes. No primeiro cenário, com 57% das intenções de voto, contra 27% de Bolsonaro. Caso disputasse com Moro, Lula teria 57% das intenções de voto, contra 22% do ex-juiz.

A pesquisa ouviu 2.063 entrevistados entre os dias 3 e 6 de novembro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou menos e o nível de confiança é de 95%.

Tags: