Mãe e padrasto são presos suspeitos de torturar duas crianças em Cristalina

As vítimas de 1 e 3 anos foram levadas ao hospital e estão internados na UTI. O crime de estrupo de vulnerável também é investigado

A Polícia Civil prendeu a mãe e o padrasto de dois meninos por suspeita de tortura e tentativa de homicídio nesta terça-feira (6), em Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. Um bebê de 1 ano e 11 meses está internado em estado gravíssimo. Já o irmão, de 3 anos, está hospitalizado com ferimentos no corpo e na cabeça. Informações são do Mais Goiás.

“O crime veio à tona quando a mulher levou o filho mais novo quase morto para uma unidade de saúde da cidade em busca de atendimento médico. Como a criança tinha marcas de agressões e estava tendo um crise convulsiva muito grave, o profissional do hospital suspeitou do caso e acionou a Polícia Militar (PM). O conselho tutelar também foi chamado e encontrou a criança mais velha com a sogra da mulher. Este foi estava com lesões no corpo, inclusive, nas genitálias e também precisou de atendimento médico”, disse o delegado Juliano Campestrini.

A mãe dos meninos foi levada até a delegacia, onde alegou que as crianças haviam caído do carrinho do bebê e se machucado. Já o padrasto estava na casa de um conhecido, no mesmo bairro onde mora. Com ele, foi achado um chinelo, cujo a sola tem o mesmo desenho das lesões que aparecem no corpo da criança. Por isso, o calçado foi levado para perícia.

O delegado informou que, até a tarde desta quarta-feira (7), os dois meninos continuavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O crime de estupro de vulnerável será investigado devido lesões nas partes íntimas do menino mais velho.

Tags: