Home»Cinema»Mais de 20 filmes brasileiros participam de festivais internacionais em fevereiro

Ancine apoia quinze filmes e outros dois projetos cinematográficos brasileiros que participam de seis festivais internacionais nesse mês

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) está apoiando quinze filmes e outros dois projetos cinematográficos brasileiros que participam de seis festivais internacionais no mês de fevereiro. A Ancine apoia os filmes com um programa que concede auxílios diversos. Dentre os festivais, o mais importante é o de Berlim, na Alemanha, que começa no próximo dia 15 e vai até o dia 25 de fevereiro.

Na competição de longas-metragens, que entrega o Urso de Ouro aos vencedores, o representante do Brasil é “As Herdeiras”, de Marcelo Martinessi. O filme é uma coprodução entre Brasil, Paraguai, Uruguai, Alemanha, Noruega e França.

O curta-metragem “Terremoto Santo”, de Bárbara Wagner e Benjamin de Burca está competindo na Berlinale Shorts, que tem ainda as produções brasileiras “Alma Bandida”, de Marco Antônio Pereira; e “Russa”, de João Salaviza e Ricardo Alves Jr. A mostra Panorama, ainda em Berlim, traz o maior número de títulos brasileiros. Quatro longas recebem auxílio da Ancine, entre eles: “Tinta Bruta”, de Marcio Reolon e Filipe Matzenbacher; “Bixa Travesty”, de Claudia Priscila e Kiko Goifman; “Ex-pajé”, de Luiz Bolognesi; “O Processo”, coprodução com Alemanha e França, de Maria Augusta Ramos; “Aeroporto Central”, parceria entre Brasil, Alemanha e França, do diretor Karim Aïnouz.

No Mercado de Coprodução, evento paralelo ao festival realizado na capital alemã, os projetos “A primeira morte de Joana”, de Cristiane Oliveira; e “The sound of animals fighting”, de Sibs Shongwe-La Mer, participam com o apoio da iniciativa da Ancine.

Em Lisboa, o Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (Festin), que acontece de 27 de fevereiro a 6 de março, conta com quase 20 obras brasileiras distribuídas pelas mostras de sua nona edição. Entre elas, três longas-metragens que fazem parte da competição principal, contando com o apoio da Ancine: “Açúcar”, de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira; “Praça Paris”, de Lúcia Murat; e “Mulher do Pai”, de Cristiane Oliveira.

A Ancine ainda apoia a participação de filmes brasileiros em outros festivais, como a 40ª edição do Festival Internacional de Curtas-Metragens de Clermont-Ferrand, na França, o Festival Internacional de Cinema de Cartagena das Indias, na Colômbia, e o Festival de Cinema da Universidade Autônoma do México, na capital mexicana. No primeiro evento, aberto no último dia 2, a Ancine está apoiando a presença de “A Gis”, de Thiago Carvalhaes; e “Vaca Profana”, de René Guerra.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!