Manifestantes jogam tinta vermelha na entrada do STF

Manifestantes vestidos com cartolinas para representar a Carteira de Trabalho e a Constituição protestaram nesta terça-feira (24), no Supremo Tribunal Federal (STF), em favor ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Cerca de 20 pessoas derramaram tinta vermelha em uma das entradas do prédio principal, local por onde os ministros passam para as sessões plenárias, conhecido também como Salão Branco.

Durante o protesto os manifestante cantaram paródias com letra contra a reforma trabalhista e a política de preços da Petrobras.

O manifesto durou cerca de 10 minutos e foi interrompido quando os seguranças tentaram impedir que o lugar fosse pintado com a tinta. De acordo com informações do Portal EBC, o grupo ainda não identificado, deixou o lugar em duas vans gritando a frase “Lula Livre”. A Polícia Federal foi acionada para investigar o ocorrido.

Esta foi a segunda vez em que o principal prédio do STF foi usado para esse tipo de protesto. Na última sexta-feira (20) um grupo também manisfestou no Salão Branco contra a prisão do ex-presidente Lula.

(Informações: Agência Brasil)
Close