Home»Poder»Marconi e Cármen Lúcia inauguram presídio em Formosa

Presídio tem sala de aula, pátio de sol, área para atendimento psicológico e espiritual, além de galpões e guaritas de segurança

0
Shares
Pinterest Google+ Whatsapp

O governador Marconi Perillo acompanha hoje a ministra Cármen Lúcia em Formosa, onde um presídio será inaugurado. A nova unidade tem capacidade para 300 vagas e envolveu recursos na ordem de R$ R$ 19 milhões.

O presídio tem 6 mil metros quadrados de área edificada, com sala de aula, pátio de sol, área para atendimento psicológico e espiritual, além de galpões e guaritas de segurança. São dois pavilhões de celas cuja capacidade varia de uma a oito vagas, de acordo com a necessidade dos gestores de separar os detentos por nível de periculosidade.

Além das vagas coletivas, o local é dotado de quatro celas para isolamento, para casos que requeiram regime disciplinar diferenciado. O novo presídio de Formosa não substitui as duas unidades em funcionamento no município, que é a Cadeia Pública e a Casa de Prisão Provisória (CPP).

De Formosa, a comitiva vem para a Brigada de Operações Especiais, no Jardim Guanabara, em Goiânia, onde armas apreendidas e que estavam anexadas a processos judiciais serão destruídas. Depois, a comitiva segue para o Fórum Cível, no Park Lozandes, onde a ministra Cármen Lúcia e o governador se reúnem com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Gilberto Marques Filho e integrantes da área de Segurança Pública e da Administração Penitenciária. Ela vem a Goiás para saber das providências para a melhoria das condições dos presos no Complexo Penitenciário de Aparecida de Goiânia.

Newsletter do Jornal Diário do Estado – Assine já!

Comente á vontade!