Marcus Birks se arrepende, pede que pessoas se vacinem e morre de Covid-19

O musico britanico se arrependeu e pediu para que familiares, amigos e fãs fossem se vacinar.

O cantor Marcus Birks, do duo The Chameleonz, era conhecido por ser anti-vacina faleceu de Covid-19. Enquanto estava internado o cantor mas se arrependeu do posicionamento antes de morrer. Aos 40 anos de idade, Birks acreditava que estava imune à doença por praticar esporte cinco vezes por semana. Mesmo com varias pesquisas que comprovam que ninguém está imune à Covid-19 por conta do condicionamento físico, o britânico não acreditava muito nessa história.

Porém, quando ainda estava internado no hospital, Marcus Birks deu uma entrevista à BBC e comentou sobre o seu arrependimento.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

“Se você não ficou doente, você não acha que vai ficar doente, então me ouça. Quando você sente que não consegue respirar o suficiente, essa é a sensação mais assustadora do mundo”, declarou.

“Eu meio que era ignorante sobre isso e adiei [minha vacina]. A primeira coisa que direi a toda a minha família e a todos que eu vir é ‘tomem a vacina’. E assim que eu conseguir, com certeza o farei”, completou. Mas, infelizmente, o Marcus não teve esse tempo.

O cantor deixa a esposa Lis, com quem tocava no The Chameleonz, grávida do primeiro filho. Em comunicado, ela comentou o falecimento do marido.

Meu coração foi completamente arrancado e não sei como você pode lidar com tanta dor e mágoa. Marcus era o homem mais incrível, atencioso, amoroso, leal, altruísta e orgulhoso e tudo o que ele queria fazer era ajudar o máximo de pessoas que pudesse. Isso, por si só, mostrava que coração e alma puros ele possuía. Gostaria de agradecer a todos por suas amáveis ​​palavras e apoio nas últimas semanas. Marcus ficou realmente maravilhado com a quantidade de vocês que enviaram lembranças a ele.

Tags: