Martelo batido: Celg T é arrematada por R$ 1,977 bilhão

A subsidiária goiana Celg T foi vendida para a empresa Pequena Central Hidrelétrica

A Celg Transmissão S.A (Celg T) foi vendida para a empresa Pequena Central Hidrelétrica por R$ 1,977 bilhão. O leilão foi realizado na tarde desta quinta-feira (14), pela B3 e pelo Governo de Goiás, com intermediação da Companhia Celg de Participações – CelgPAR.

Em 2016, a Celg Distribuição (Celg D) foi leiloada por R$ 2,187 bilhões. Entre as outras propostas apresentadas, as empresas Cymi Construções e Participações SA ofereceu R$ 1,6 bilhão; a MEZ T3 Transmissora de Energia Elétrica apresentou R$ 1,53 bilhão e a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep) propôs R$ 1,5 bilhão.

O edital de leilão previa que a venda se daria para quem tivesse a maior oferta, dessa forma, a Pequena Central Hidrelétrica arrematou a Celg T com um ágio de 80,1% do valor mínimo estipulado pelo Governo de Goiás, que era de R$ 1,097 bilhão. Para Ronaldo Caiado (DEM) o valor vendido comprova a gestão eficiente do governo:

“essa mostra do mercado é a amostra maior que estamos no bom caminho”, diz, Caiado ainda afirma “Acreditem no estado de Goiás. É um estado que respeita a iniciativa privada e cumpre com a sua responsabilidade de dar segurança a todos que ali investem”, afirma.

“Fizemos boa compra”

O representante do grupo comprador declarou “fizemos uma boa compra. Estamos contentes por nós. Esse investimento trará uma rentabilidade aos acionistas superior aos dois dígitos. Dizemos que é uma boa rentabilidade pois os ativos de transmissão, os ativos de rede, são ativos com baixo risco”, diz.

Governador Ronaldo Caiado com equipe / Foto: Ascom-Gov Goiás

Durante a coletiva de imprensa, Ronaldo Caiado (DEM) disse que o valor arrecadado será destinado 100% para investimento no déficit previdenciário do estado. A venda deveria ter acontecido em maio deste ano, mas foi adiada para que novas mudanças pudessem agradar os novos investidores com a segregação dos ativos de transmissão de geração.

Celg T

A Celg T  possui três concessionárias de transmissão. Ao todo, são 755 quilômetros de linhas e 12 subestações próprias. Anualmente, a receita se aproxima dos R$ 216,4 milhões. Ela é responsável pela transmissão de energia elétrica, realizando o transporte da energia das usinas e/ou estações para as subestações.

 

Tags: