Martinho da Vila cancelou ida ao Faustão após visita apontar risco de Covid no estúdio

A ida do sambista até o programa foi cancelada duas horas antes após a equipe constar irregularidades no estúdio de gravação

Convidado a participar do programa de estreia de Fausto Silva na Band, o cantor Martilho da Vila cancelou sua presença duas horas antes da gravação que aconteceria dia 12. Nos bastidores, informações circularam dizendo que a decisão ocorreu pois o sambista de 83 anos estaria com Covid-19.

Procurada pela Folha de S. Paulo, a equipe que cuida de Martinho negou a informação e afirmou que, em conjunto a gravadora Sony, não autorizou a participação do músico após visitar o estúdio da Band, em São Paulo, e se deparar com ”várias falhas no protocolo de segurança contra a Covid-19”.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A Band não respondeu sobre a questão do cantor, mas, em nota, disse que ”tem reforçado os protocolos de segurança”.

LEIA TAMBÉM

• Covid-19: veja onde se imunizar nesta sexta-feira, 13, em Goiânia• Covid-19: veja onde se vacinar nesta quinta-feira, 12, em Goiânia• Prefeito de Pirenópolis recebe alta após tratar Covid-19, em Anápolis

Pessoas sem máscara e testes

Uma pessoa da equipe que cuida de Martinho há três décadas, contou ao jornal que foi até o estúdio onde ocorreria as gravações, uma hora antes da passagem de som para ver se realmente seria seguro para o cantor participar.

Ao entrar no estúdio, a pessoa diz que foi informada que apenas entrava quem tivesse feito teste para Covid-19 no local, mas que não houve nenhum pedido para que ela mesma realizasse o exame ou apresentasse um resultado.

De acordo com ela, no palco havia mais de 20 músicos da orquestra, a maioria sem usar máscara, assim como algumas pessoas que circulavam por ali. Também afirma que, ao questionar se os músicos haviam sido testados naquele dia, teria ouvido que alguns haviam realizado exame três dias antes.

Além disso, soube que todos os convidados e apresentadores gravam sem máscara e achou que a plateia estava aglomerando muita gente para este momento da pandemia, com explosão de casos de Covid-19.

“Martinho respeita e gosta muito do Fausto e queria muito participar da gravação com ele e com Zeca Pagodinho, mas, nós de sua equipe, em decisão tomada com a gravadora, não autorizamos a ida dele à Band após ver que os protocolos de segurança contra a Covid não estavam sendo seguidos à risca naquele dia”, afirmaram integrantes.

Faustão foi diagnosticado dois dias após a estreia com Covid-19, na quarta (19). Também foi confirmado pela coluna que Anne Lottermann, coapresentadora de ”Faustão na Band”, também recebeu o diagnóstico positivo para Covid-19 – ela está bem, sem sintomas.

Nos dois dias antes, Faustão, Anne e João Guilherme, filho de Fausto e coapresentador da atração, gravaram, sem máscara, com Alexandre Pires, Seu Jorge, Luana Piovani, Mariana Rios e o ex-jogador de futebol Zé Roberto.

Em todas as gravações do programa, Faustão cumprimentava os convidados no palco com abraço, aperto de mão e beijo.

O programa que gravava o retorno de Faustão a televisão, teria como convidados Zeca Pagodinho, Martinho, Alcione e Paulinho da Viola.

Na véspera da gravação, no dia 11, a cantora soube que estava com Covid-19. E Paulinho decidiu suspender a ida ao programa pois quatro familiares estavam com Covid. Em seu twitter, ele respondeu que seu resultado havia sido negativo mas achou prudente se isolar – seis dias depois, na terça (18), o músico informou que também estava contaminado.

A solução encontrada pela direção do programa para que a estreia tivesse mais convidados foi grava outro dia a participação Alexandre Pires e Seu Jorge, que estava programada para ocorrer em um outro programa.

A junção das duas gravações fez com que o programa exibido tivesse alguns erros de continuidade, como o João Guilherme aparecendo alguns blocos com bigode e com a cara lisa em outros momentos.

Tags: