Mineradora terá que pagar exames para moradores de Campos Verdes

Justiça determinou medida após laudo comprovar que Rio dos Bois foi contaminado com metais provenientes de despejos da empresa no manancial

Por decisão judicial a Mineradora Maracá terá que pagar exames para 1.526 moradores da cidade de Campos Verdes, localizada no norte de Goiás.

O motivo é que os moradores apresentaram quadro de dores de cabeça, febre e doenças gastrointestinais após beberem água do Rio dos Bois, que abastece a cidade.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Até aí, tudo bem. Só que um laudo comprovou a contaminação do manancial com metais provenientes de despejos da mineradora no manancial. Além do problema de saúde provocado na população, peixes também apareceram mortos no curso do Rio.

LEIA TAMBÉM

• Dia dos Pais: comércio em Goiás deve movimentar mais de R$ 240 milhões• Varíola dos macacos: Goiás é o quinto estado com mais casos confirmados no Brasil• Goiânia inicia Agosto Lilás com ações de enfrentamento à violência contra mulher

Por meio de nota enviada ao G1 Goiás a mineradora disse que foi notificada pela Justiça, que não concorda com o laudo sobre os impactos ambientais e que pretende recorrer da decisão.

A Justiça pediu os exames para verificar os níveis de metais pesados no organismo dos cidadãos que tiveram o problema identificado pelo SUS de Campos Verdes.

A decisão judicial foi tomada com análise de documentos, relatórios médicos e estudos realizados pela Saneago para verificar a qualidade da água. Foi encontrado dejetos e resíduos tóxicos de alta periculosidade como alumínio, cobre, ferro, manganês, zinco, níquel, cádmio e fósforo.

A Saneago não está captando água no Rio dos Bois para abastecer Campos Verdes. Os moradores contam agora com água de poços artesianos.
Tags: