Moradores de Inhumas protestam contra homem que arrastou cachorro

Caso teve grande repercussão nas redes sociais desde o último sábado

Neste último sábado, 24, um homem foi preso em Inhumas por amarrar um cachorro a uma moto e arrastá-lo pela rua no setor Vila José. Poucas horas depois, o alvará de soltura foi emitido e, sem pagar alguma fiança, o indivíduo foi solto.

Antes de amarrar o animal à moto, o homem de 58 anos também teria o agredido a marteladas. O cachorrinho, levado para socorro numa clínica veterinária do município, não resistiu.

A prisão em flagrante não teria sido convertida em preventiva porque o autor do crime é réu primário. Ele foi encontrado bêbado pela PM, tentando descartar o cão às margens da GO-070.

Nesta segunda-feira, 26, em Inhumas, moradores e membros da ONG S.O.S Animal protestaram na cidade contra a soltura do cidadão. Vale lembrar que no mês passado o presidente Jair Bolsonaro assinou a “Lei Sansão”, que aumenta pena em até 5 anos de reclusão para quem causar maus-tratos a cães ou gatos.

Veja o protesto:

Tags: