Jornal Diário do Estado

Morre fundador do Diário da Manhã, Batista Custódio

Jornalista fundou o Diário da Manhã na década de 1980 e o veículo segue em circulação até hoje

Nesta sexta-feira, 24, morreu o fundador do jornal Diário da Manhã, o jornalista Batista Custódio, aos 88 anos. Ele estava internado há 20 dias, no Hospital São Francisco, em decorrência de uma pneumonia e já havia sido diagnosticado por um câncer no pulmão há cerca de dois anos. 

O jornalista fundou o Diário da Manhã na década de 1980 e o veículo segue em circulação até hoje. Antes disso, ele já havia fundado o jornal Cinco de Março, em 1958. O velório será na tarde desta sexta-feira no Cemitério Jardim das Palmeiras. 

Ainda nesta manhã, durante evento em Abadia, município na região central de Goiás, o governador Ronaldo Caiado decretou luto oficial no estado por três dias pela morte do jornalista.

“Ele marcou a história de Goiás, um dos homens mais cultos que conheci, uma das pessoas que sem dúvida alguma foi uma referência do jornalismo brasileiro e respeitado nacionalmente pelo conteúdo de suas matérias”, declarou o governador.