Jornal Diário do Estado

Motociclista morre em acidente na Avenida Leste Oeste, em Goiânia

Segundo policiais, o condutor teria perdido o controle do veículo. Passageira foi levada ao Hugo para receber assistência médica

Um grave acidente na Avenida Leste Oeste,  no setor dos Funcionários, em Goiânia, levou à morte um motociclista na tarde desta sexta-feira, 7. Ele conduzia o veículo acompanhado pela esposa e teria perdido o controle da direção. O casal se chocou contra uma caçamba de lixo e o homem faleceu na hora. A mulher foi levado ao Hospital Estadual de Urgências de Goiás (Hugo) para receber cuidados médicos.

A equipe da Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict) foi ao local para atender a ocorrência. Segundo informações e vestígios obtidos no local, a vítima fatal é A..C, de 36 anos de idade e a sobrevivente é R.O. F., que teve lesões no corpo. um inquérito deve ser instaurado para apurar os fatos Compareceram ao local do acidente equipes do Corpo de Bombeiros, Batalhão de Trânsito, DICT, Polícia Técnico Científica e  Instituto Médico Legal (IML).

A maioria dos acidentes de trânsito em Goiânia ocorre com moto no horário da tarde, entre às 13h e 18h. A estatística da DICT mostra ainda que, até maio deste ano, 59 pessoas morreram na  Capital durante o tráfego. No passado, a quantidade de vítimas foi 216 enquanto no ano anterior o registro foi de 186 óbitos. Os homens motociclistas entre 36 e 45 anos lideram o número de mortos. Os locais onde os acidentes mais aconteceram foram o perímetro urbano da BR-153, Goiânia 2, Vila Pedroso, Conjunto Vera Cruz, Bela Vista e Pedro Ludovico. 

O número de acidentes de trânsito em Goiânia aumentou 769,3% nestes primeiros nove meses de 2022, na comparação com o mesmo período do ano passado. Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Goiás mostram que a capital foi palco de 25.177 acidentes até esta segunda-feira, 26. Ou seja, a secretaria registrou 95 acidentes por dia e quatro por hora. Em 2021 foram 2.896 ocorrências.