MP pede paralisação de obras em delegacia de Ceres

Segundo o promotor de justiça, Marcos Alberto Rios, existem outros imóveis disponíveis em áreas nobres da cidade

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) encaminhou, nesta quinta-feira (29), um pedido de revogação da cessão de uma área localizada no Centro de Ensino de Período Integral (Cepi) João XXIII, para que seja construída a sede da Delegacia Regional de Polícia Civil.

Segundo o promotor de justiça, Marcos Alberto Rios, a medida tornará impraticável as atividades educacionais no prédio, porque os estudantes ficarão o dia todo em suas salas de aula, sem acesso a qualquer espaço de lazer e cultura. O promotor também afirmou que há, no município de Ceres, dezenas de imóveis disponíveis, inclusive situados em áreas nobres da cidade, onde a Polícia Civil poderia se estabelecer, sem provocar a intervenção na área do Cepi.

Marcos Alberto Rios relatou que o delegado regional, Matheus Costa Melo, solicitou a direção da escola a chave do portão de entrada, que dá acesso à área, e passou a utilizar máquinas da prefeitura para iniciar as obras. De acordo com o promotor, o delegado possuía um documento de cessão e não foram realizadas vistorias ou consultas na comunidade estudantil.

Tags: