Mudanças: Banco do Brasil vai desativar 361 unidades em 6 meses

Empresa aprovou plano de reorganização operacional

Nesta segunda-feira, dia 11, o Banco do Brasil anunciou o fechamento de 112 agências por todo o país, bem como a desativação de 361 unidades no total, que, além das agências, incluem sete escritórios e 242 postos de atendimentos.

E não para por aí: outras 243 agências se transformarão em postos de atendimento, enquanto oito postos de atendimento vão virar agências. Outras 145 unidades de negócios vão se converter em “Lojas Banco do Brasil”, sem guichês de caixa. Das unidades de negócios, 85 terão “relocalização compartilhada” e 28 novas serão abertas (metade especializadas em agro).

Tudo isso faz parte de um novo plano de reorganização que o banco aprovou e informou ao mercado nesta segunda. A implementação plena de todas as medidas deve acontecer até o primeiro semestre de 2020. Até 2025, espera-se economizar R$ 2,7 bilhões.

O Banco do Brasil disse, em comunicado, que está se adequando ao novo perfil comportamental dos seus clientes, dando destaque para a solução de problemas de maneira digital. Com tantas mudanças, o quadro de funcionários também fica sujeito a alterações, o que inclui o desligamento de até 5 mil trabalhadores.

Tags: