Jornal Diário do Estado

Municípios goianos estão em situação de emergência devido queimadas

Situação das cidades foi reconhecida pela Defesa Civil Nacional. Apenas em agosto, Goiás registrou 1.500 incêndios

Há mais de 100 dias sem chuvas e um longo período de seca, Goiás tem registrado um grande número de queimadas florestais que se espalham pelo estado. 

Devido a isso, oito municípios do estado foram declarados em situação de emergência pela Defesa Civil Nacional. São eles: Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante, Colinas do Sul, Guarani de Goiás, Nova Roma, São Domingos, São João D`Aliança e Teresina de Goiás.

O reconhecimento pela situação em que as cidades estão passando foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), nesta sexta-feira, 2.

Com a declaração, os municípios estão aptos a solicitar recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para atendimento à população afetada. A partir das informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil faz avaliação das metas e valores solicitados. Caso seja aprovado, o valor solicitado será repassado para as cidades. 

Agosto registra grandes números de queimadas

De acordo com dados do Corpo de Bombeiros, somente no mês de agosto, 1.500 incêndios florestais foram registrados em várias regiões do estado de Goiás. Mesmo em alta, o número é 31% menor do que o registrado no mesmo período de 2021. 

Nesta sexta-feira, 2, o Corpo de Bombeiros controlou um incêndio que atingiu 150 hectares de reserva florestal no Parque João Leite. Foi necessário o trabalho de 40 militares especializados em queimadas para o controle das chamas. 

Bombeiros e fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (Semad Goiás) fiscalizam o local em caso de novos focos de incêndio.