Nesta quinta, 23, corpos de Dom e Bruno serão entregues às famílias

Perícia da Polícia Federal foi concluída e liberação acontece no período da tarde

Mais de duas semanas após o desaparecimento do indigenista brasileiro Bruno Araújo e do jornalista inglês Dom Phillips, seus corpos serão entregues às famílias. A perícia da Polícia Federal (PF) teve a sua conclusão e os “remanescentes humanos” de ambos têm previsão de saída de Brasília nesta quinta, 23, às 14h.

O caso Bruno e Dom

Em 5 de junho, na região do Vale do Javari, na Amazônia, Bruno Araújo Pereira e Dom Phillips desapareceram. Dez dias depois, Amarildo da Costa Oliveira, conhecido como Pelado, confessou o assassinato dos dois e indicou a localização dos corpos, que teriam sido esquartejados e queimados.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Os remanescentes humanos receberam encaminhamento até Brasília, para perícia do Instituto Nacional de Criminalística. Houve a confirmação de que se tratavam dos corpos de Bruno e Dom.

LEIA TAMBÉM

• Vídeo: Mulher corta o cabelo em plena festa e bomba na Internet• Caiado vai a Brasília garantir área para Hospital Estadual do Câncer• Presidente da CEF é investigado por denúncias de abuso sexual

“As amostras biológicas apontaram a presença de 02 (dois) Perfis Genéticos distintos nos remanescentes humanos encontrados pela Polícia Federal. Os resultados estão em consonância com as análises de Odontologia Legal, da Antropologia Forense e da Papiloscopia que apontaram tratar-se dos remanescentes de Dom Phillips e Bruno Pereira”, diz uma nota da PF.

Na última atualização do caso, policiais haviam encontrado a embarcação do indigenista e do jornalista, além de quatro tambores que pertenciam a Bruno Araújo. No total, oito pessoas estão atualmente sob investigação. Amarildo, seu irmão Oseney da Costa de Oliveira, além de Jeferson da Silva Lima, estão presos.

Tags: