New York Times diz que Bolsonaro mudou posicionamento com Huawei para conseguir vacinas

Empresa de tecnologia participará do leilão de 5G no Brasil

O jornal americano The News York Times publicou uma matéria assinada pelos jornalistas Ernesto Londoño e Letícia Casado, em que associa o leilão de tecnologia 5G no Brasil à aquisição de vacinas contra a Covid-19.

O argumento dos repórteres é que o governo de Jair Bolsonaro mudou a postura em relação à participação da empresa chinesa Huawei no leilão para conseguir adquirir vacinas contra o coronavírus junto à China. Na gestão de Donald Trump, frear a Huawei era um objetivo americano.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

A matéria Nova Iorquina cita a visita do ministro das comunicações, Fábio Faria, à China em fevereiro: “Aproveitei a viagem para pedir vacinas, que é o que todos clamam”, teria dito o membro do governo. A reportagem segue afirmando que duas semanas depois o governo brasileiro anunciou as regras para o leilão da 5G. A Huawei terá permissão para participar.

Eles admitem no texto que a conexão entre os dois fatores não é clara, mas reafirmam a crença em uma “mudança do Brasil em relação à China”. Além de já ter sido banida nos Estados Unidos, a Huawei também foi proibida no Reino Unido até 2027.

Imagem: Igor Shimabukuro

Tags: