O alto e o baixo clero da Câmara de Goiânia

A 18ª Legislatura está chegando ao final na Câmara Municipal de Goiânia, 2020 será um ano crucial para o parlamentar que pretende garantir mais um mandato. O Diário do Estado, falou com cientistas políticos, marqueteiros e jornalistas onde elaboramos uma lista do alto e o baixo clero do parlamento da capital. Vale ressaltar que tudo pode mudar quando as urnas forem abertas.

Alto Clero

Romário Policarpo (Patriotas) – Com uma comunicação eficiente colocou a Câmara Municipal em evidencia.  Levando a casa para mais perto dos goianenses.

 

Anselmo Pereira (PSDB) – Decano da Casa de Leis, continua articulando forte nos bastidores, tendo forte influência sobre alguns colegas.

 

Dra. Cristina (PSDB) – Apesar de perder o apoio do governo estadual, devido a saída dos tucanos do Palácio das Esmeraldas, conseguiu espaço na mídia atuando como vereadora.

 

Sabrina Garcez (Sem partido) – Antenada e com o pé nas redes sociais, comunica bem com os eleitores, usou  bem a CCJ para divulgar seu mandato.

 

Oseias Varão (PSB) –  É o novo líder do prefeito Iris Rezende (MDB), e tem a missão de conduzir com harmonia a relação entre o paço e os vereadores.

Baixo clero

 

Andrey Azeredo (MDB) –  Tido como provável sucessor de Iris Rezende (MDB), teve uma uma atuação desastrosa como presidente da casa. Não tem trânsito entre os colegas.

 

Tiãozinho Porto (PROS) – Atrapalhou mais que ajudou o paço quando ocupou o cargo de líder do prefeito.

 

Dr. Gian (PSB) – Com uma atuação limitada a igreja que representa perdeu a oportunidade de fazer um grande mandato.

 

Priscilla Tejota (PSD) – Esposa do atual vice-governador, não conseguiu converter em resultados práticos para os goianienses a influência no governo estadual.

 

Clécio Alves (MDB) –  Não conseguiu repetir a atuação dos mandatos anteriores, vem fazendo um mandato apagado.

Close