Obesidade aumenta muito os riscos de morte para quem está com Coronavírus

Novo estudo da Agência de Saúde do Reino Unido alerta para riscos de estar acima do peso

O sobrepeso aumenta os riscos para pacientes contaminados com Covid-19. É o que afirma a Agência de Saúde Britânica após revisão de estudos sobre a relação entre a nova doença e a obesidade. Mas não precisa estar obeso para sofrer as consequências na saúde: basta estar acima do peso recomendado para sua altura.

Em comparação com uma pessoa em sua plena forma física, os estudos concluíram que o paciente acima do peso tem 40% a mais de chance de ir à óbito por Coronavírus. Para os obesos, no entanto, esse risco é assustador: chega a ser 90% mais arriscado. Segundo a Agência de Saúde do Brasil, metade dos brasileiros está acima do peso e 20% de todos os adultos estão obesos.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

Vale lembrar que durante a pandemia, o isolamento social favorece o sedentarismo e as pessoas acabam se alimentando mais, por estarem ociosas em casa.  Por exemplo, para assistir uma live de música? Cerveja e churrasco. Para ver um filme? Pipoca e refrigerante. E para aliviar o tédio? Cozinhar novas receitas na cozinha. Além do mais, em muitos lugares as academias estão proibidas de funcionar. E tem outra: está cansado de cozinhar? A reposta é pedir “delivery” de comida.

LEIA TAMBÉM

• Bolsonaro empata com Lula no Rio de Janeiro• Covid-19: veja onde se imunizar nesta terça-feira, 17, em Goiânia• PoderData mostra que Lula tem apoio de 18% daqueles que votaram em Bolsonaro no último pleito

A solução parece que está na moderação e na temperança: não exagerar na comida virou mais uma das muitas medidas de prevenção contra a pandemia. Gosta de dançar? Ligue o som em casa, chame um parceiro e caia na “pista” da sala. Ou dance sozinho. Pode ser uma alternativa divertida e saudável para equilibrar o seu organismo. Lembre-se: felicidade pode aumentar até mesmo a imunidade. Não desanime!

Tags: