Ocupação de leito de UTI em Goiás sobe 32% em um dia

Quantidade de pessoas assistidas em UTIs exclusivas para covid saltou de 202 para 266, de acordo com indicadores da SES Goiás

Mais 64 pessoas tiveram que receber assistência médica contínua nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) exclusivas para Covid-19 na rede hospitalar do estado. O aumento foi de quase 32% entre esta quinta (10) e sexta (11), saltando de 202 para 266 leitos ocupados, de acordo com indicadores da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES –GO). O pico de internações foi em 31 de maio do ano passado com o número de 410.

O número sinaliza a importância da vacinação e da manutenção de medidas de prevenção à doença, como uso de máscara, evitar aglomeração e higienização das mãos. A vacinação no estado de pessoas a partir de 5 anos de idade em condições para receber o imunizante alcançou hoje, sexta (11), a marca de 70,02% da população.

• Compartilhe essa notícia no Whatsapp• Compartilhe essa notícia no Telegram

O secretário Ismael Alexandrino afirmou no mês passado que 50% da população de Goiás será infectada pela covid até meados de fevereiro, quando ocorre o pico da doença, segundo ele. A expectativa dele é de um platô no início de março e queda a partir da semana seguinte, assim como ocorreu em países que sofreram com o avanço da ômicron, a exemplo de Estados Unidos e Reino Unido.

LEIA TAMBÉM

• Covid-19: Veja onde você pode se vacinar nesta sexta, 1º, em Goiânia• Covid-19: Confira locais de vacinação nesta quinta-feira, 30, em Goiânia• Infecções simultâneas e redução da imunidade pela Covid: mitos e verdades

A rede estadual tem 2942 leitos sendo 781 de UTI para covid (675 adulto, 74 pediátrico e 32 neonatal) e 2160 para enfermaria (1.960 adulto e 200 pediátrica)

Tags: